ECOFOTO | fotografia + natureza + birdwatching + expedições | ECO FOTO

Entre ficar e correr eu preferi fotografar. Um momento único…

Olá pessoal.

Hoje não sei dizer qual foi a minha reação, mas posso dizer que hoje (09/07/2010) consegui um registro que até eu mesmo duvida conseguir aqui na minha região, não sei explicar os sentimentos ou sensações que floresceram ao “topar” com lindo exemplar de LOBO-GUARÁ (Chrysocyon brachyurus) aqui em Iracemápolis-SP a 10km da porta da minha casa, espécie essa ameaçada de extinção devido a destruição do seu habitat e típica do bioma cerrado. O mais engraçado é que este ano, por duas vezes fiz viagens para cidades em reservas de grande ocorrência da espécie, visando uma foto mas sem sucesso!

Coração acelerado, extremamente eufórico, entusiasmado, inseguro, feliz, preocupado, surpreso, emocionado, alegre, receoso não sei dizer ao certo a minha reação/sensação, só sei que as “pernas bambearam e o coração disparou” com a adrenalina caindo no sangue, afinal eu fui surpreendido tanto quanto o LOBO-GUARÁ neste encontro, mas ele rapidamente passou a me ignorar e continuo sua caçada em busca de prováveis roedores e aves em meio ao capim alto, enquanto que eu  tentava fazer alguns bons registros dificultado pela minha euforia, vou descrever assim a mistura de todas as reações e sensações que tive, fiz vários cliques com a velocidade errada, sem flash, com lente “wide” (angular) demais,  pois eu estava indo pra um local fotografar o por do SOL  (para este fim a minha máquina estava pré-configurada!) e acabei topando com um lindo LOBO-GUÁRA,  até  que eu me dei conta disso tudo alguns minutos  já haviam se passado e pra minha sorte, sou uma pessoa de muita sorte, o LOBO continuava bem ali, a menos de 15 metros caçando (ou melhor, se exibindo pra mim!). Ufa, enfim me dei conta que precisava trocar de lente corri pro carro, coloquei a lente certa o flash e voltei pra fotografar-lo.  Enquanto ele caçava fiz algumas fotos e depois fiquei só observando,  ele ficou mais de 40 minutos no local e na minha presença, sem se incomodar comigo. Veja algumas fotos:

Para muitas pessoas, fotografar um LOBO-GUARÁ pode não ser nada demais, na verdade para a grande maioria das pessoas isso é algo que acaba não tendo valor algum, até por que esse bicho  infelizmente é morador dos zoológicos espalhados por aí e acaba virando algo “corriqueiro” para as pessoas de modo geral, porém a SENSAÇÃO de ficar a poucos metros de um bicho “raro” como este  e observar seu comportamento na natureza, totalmente livre, é algo sem preço e indescritível! Além de lindo qualquer animal vivendo em liberdade é infinitamente mais belo que um exemplar vivendo em cativeiro e no meu caso que sou literalmente APAIXONADO POR NATUREZA (fauna e flora) o valor deste registro é impagável.

O mais curioso é que eu já tinha ouvido relatos sobre a presença do LOBO-GUARÁ na área rural aqui de Iracemápolis-SP, mas nunca levei muito a sério, sempre me preocupei muito mais com a SUÇUARANA que ronda as matas e mais cedo ou mais tarde quero poder “topar” com ela também, mas o GUARÁ pra mim está entre as 5 espécies da minha listinha que eu considero como sendo os “BIG FIVE” brasileiros (BIG FIVE é uma lista de esp. das savanas africanas) que quero registrar: onça-pintada, onça-suçuarana, tamanduá-bandeira, lobo-guará e a sucuri .

Vou aproveitar e deixar o link para quem quiser ler mais sobre o LOBO-GUARÁ, sua ocorrência e seus hábitos!

O melhor de tudo é saber que o meu amigo LOBO pode seguir em frente, vivo e livre como sempre deve ser! Não é preciso armas, sangue, mortes nem uma cabeça na parede  para servir como troféu como ainda acontece alguns locais do Brasil,  um simples registro fotográfico vale muito mais e da a chance da natureza seguir o seu caminho, se exibindo para outras pessoas. Pense nisso!

Por fim quase uma hora na presença do LOBO-GUARÁ,  um animal lindo, tímido, raro, inteligente e inofensivo.

Abraços eufóricos e hoje com certeza foi “o meu dia de sorte”, mas não joguei na loteria!

Tiago R.
Fotógrafo

Sair da versão mobile