Águia-Pescadora e muito mais em passarinhada na cidade de Iracemápolis-SP (de 13 à 15/11/2010)

Bom dia pessoal.

Mais um final de semana prolongado se passou, devido ao ferido da Proclamação da República (15/11), e acabei não viajando em virtude de um trabalho e um compromisso pessoal que tinha agendado.

Impedido de viajar, mas nem tudo estava perdido, afinal, eu poderia passarinhar pelo “QUINTAL”, apelido dado à região rural aqui da minha cidade por um amigo que sempre vem fotografar comigo.

Já que o final de semana prolongado era quase todo livre, exceto no sábado no período da tarde, resolvi  “passarinhar” (fotografar natureza)  por aqui mesmo, todos os dias possíveis, no sábado de manhã com o amigo Paulo Tellis, no domingo à tarde com o amigo e passarinheiro Dinan e na segunda de manhã com o Pacheco.

Foram três dias passarinhando pela região rural de Iracemápolis-SP, muitas espécies vistas e fotografadas, inclusive um telefonema do amigo Dinan na segunda-feira cedo reportando o avistamento de uma jaguatirica ou algo do tipo.

Quase sempre que saio fotografar por aqui volto com alguma novidade ou surpresa, e dessa vez não foi diferente ao fotografar 3 espécies até então sem registro fotográfico na cidade: Colhereiro, Cabeça-Seca e uma impressionante Águia-Pescadora que merece todo o destaque.

Chega de blablabla e vamos ao que realmente nos interessa: As fotos!

• 13/11 (sábado) com P. Tellis:

Garibaldi

Freirinha

Gavião-Caramujeiro

Cabeça-Seca, uma das novidades registradas por aqui.

Socozinho, no segundo plano um casal de Pé-Vermelho

Socozinho

Anú-Preto

Marreca-Cabocla

Ovos de caramujo.

Ninféia

No final das contas, eu o Paulo fomos embora realizados por conseguir ótimos registros no sábado de manhã, pois além das fotos acima avistamos o Colhereiro e os Cabeça-Seca, mas eu não consegui um bom registro das espécies.

• 14/11 (domingo) com Dinan:

Chopim-do-Brejo ou Dragão-do-Brejo

Biguá

Martim-Pescador

Gavião-Carijó

Tesourinha-do-Brejo

Gavião Caracará

Fotografando com o Dinan, o Chopim-do-Brejo e o gavião Carijó roubaram a nossa atenção, mas tinha muito mais por vir na segunda de manhã.

• 15/11 (segunda) com Pacheco:

Canário-Tipio

Libélula em pleno vôo.

Casal de Freirinha

Andorinha-de-Rio

Pernilongo

Irerê

Maçarico-de-Perna-Amarela

Águia-Pescadora

Águia-Pescadora

As duas fotos acima, da Águia-Pescadora, representam um importante registro pra cidade de Iracemápolis, até então sem nenhum registro fotográfico ou visual da espécie. De hábitos migratórios, a espécie acima chega a ter incríveis 2 metros de envergadura, se alimenta basicamente de peixes mas pode eventualmente capturar outras aves e até pequenos mamíferos. Uma espécie realmente majestosa, linda, e tive a oportunidade de presenciar 3 mergulhos em busca de peixes.

Colhereiro

Outra espécie registrada pela primera vez em foto na cidade foi o Colhereiro que dispensa apresentações. Ave belissíma de cor “salmão” que habita regiões alagadas.

O balanço.

Por fim a “passarinhada” do feriado prolongado foi muito proveitosa. Iracemápolis tem uma área muito pequena e praticamente dominada pela produção de cana-de-açucar. Mesmo assim, foram mais de 20 espécies registradas e algumas delas raramente observadas na região.

“Aguardo os respectivos comentários!”

Abraços.
Tiago R.
Fotógrafo

15 Comments:

  1. A libelula em pleno voa,foto rarissima.

  2. Caro Angelo, o reconhecimento infelizmente não acontece, mas vc não precisa dela e sim de sua paz de espírito que faz com que a alma fique leve e serena. Reconhecimento pra que, principalmente daqueles que não são comprometidos com nada. O importante é que seus filhos netos poderão viver num mundo melhor graças a pessoas como Tiago voce e tantos outros…….Simplesmente continue fazendo que o verdadeiro reconhecimento vem da natureza. Abraços

  3. Bom dia Tiago.
    Lindas fotos. Aqui em João Pessoa, o pessoal chama o Pé-vermelho (chamo de assim tb) de Asa de seda.
    Parabéns.
    Sucesso

  4. angelo antonio gomes de oliveira

    parabens pelas fotos , e aquela demostração de cuidado com o frango d’agua,e uma pena que não sobreviveu mais e assim mesmo são homens valorosos assim que o mundo precisa.sou Guarda municipal de limeira e atuava no pelotão ambiental,aquelas aprensões de aves que existia em limeira era eu que as fazia ,ate a apreensão do elefante que hoje se encontra no zoo de leme , mais e asim mesmo quem proteje a natureza não e reconhecido,por interese do secretario de segurança da GM hoje estou jogado pelos cantos da cidade.

  5. Realmente as fotos estão espetaculares, não só pela qualidade do “click” mas também pelos ótimos registros!

    Parabéns Tiago, muito boas mesmo!

    Abraços

  6. Tiago

    Realmente, show de bola!
    Estas fotos são belas para nós e certamente “úteis” para os pássaros, pois infelizmente só conservamos aquilo que vemos e gostamos.
    Parabéns.

  7. Lindas fotos, parabéns pelos registros.
    Sucesso

  8. maravilhosos registros, tds mt bem executadas, com belos enquadres, valorizando a ave, e profundidade de campo ótima.
    Parabéns Tiagão

  9. É Tiagão, falar o que…..qualquer coisa que falar estarei julgando então somente vou ficar contemplativo em suas fotos…..So espero aprender a tirar fotos das aves “voando”, pois ainda não consigo acompanha-las quanto mais mira-las…..de cavalo ja consigo heheh……

    Parabéns Tiago e que seu talento continue sempre e para sempre

    mario

  10. Beleza Tiago.
    Faltou aquela foto do casal de marrecos alçando voo com a luz nas asas. Ficou muito legal.
    Parabéns pelo registro da águia pescadora.
    Ptellis

  11. Ja te disse que tem que sair um livro. Tuas fotos estao cada vez melhores. Abração
    Emerson

  12. Grande relato Gordinho, valeu! abraço

  13. Até imagino sua reação qdo avistou a danada da águia!
    Show de fotos!

Deixe um comentário, ficaremos felizes em saber o que achou!