HDR, técnica ou arte?

Olá pessoal, estou de volta desta vez com um assunto mais picante!

Em minha perigrinação fotografica acompanho diversas listas de discussão de fotoclubes e fotógrafos além de participar ativamente de vários fóruns especializados em fotografia e tenho me deparado com um assunto que está chamando a minha atenção a algum tempo, o tal do HDR.

 

Ja que o assunto HDR anda tão em alta por algumas listas de discussão da qual participo e a tanto tempo, resolvi me atrever e falar um pouco mais sobre o assunto e abrir as portas do meu blog para uma discussão, afinal HDR é técnica ou arte?

Primeiro precisamos entender o que é HDR, que em inglês significa “High Dinamic Range” ou na tradução “Grande Alcance Dinâmico” ou para facilitar…

HDR é uma técnica/recurso aplicado para se conseguir representar a maior faixa possível entre os tons claros e escuros, reproduzindo imagens com o máximo de precisão nas áreas de sombra e luzes com detalhes e precisão de cor.Sabendo disso, devemos aplicar o HDR de forma coerente, embora a variação artística seja muito bem vinda  desde que este seja o propósito, e é aqui que começa a polêmica, digo isso por que dentro da minha óptica a conotação artística deve ser dada pela fotografia em sí, pela sua captura, registro do momento exato e etc… e não por uma manipulação ou técnica aplicada posteriormente, sendo neste caso, ao meu ver uma manipulação digital ou a construção de uma imagem embora  convirja para o lado artístico.

O HDR é muito utilizado em cenas onde existe grande contraste com áres de sombras intenças e super iluminadas uma vez que por sí só um sensor eletrônico não consegue obter a mesma latitude (captação entre tons claros e escuros) que os olhos humanos por exemplo, o que nos obriga a optar entre relevar a textura das sombras ou das altas luzes e é aí que a sobreposição de várias fotografias capturadas com diferentes valores de exposição (fotometria) irá revelar muito mais detalhes.

Uma fotografia aplicada a técnica de HDR pode sim ser uma foto totalmente artística, desde que sua captura tenha sido concebida desta forma. A foto postada por mim para exemplificar este meu post, não têm conotação artística nenhuma, apenas uma paisagem concebida com a técnica do HDR para revelar detalhes. Aplicar um HDR em uma foto jamais vai fazer dela uma foto artística!

Enfim, o HDR é uma excelente técnica quando bem usada, mas tenho visto muitas fotos abusando da técnica o que pode confundir e levar muitos outros fotógrafos (amadores, profissionais, iniciantes e mesmo veteranos) a pensar que o HDR é uma vertente artística, salvo engano!

Concluo dizendo que concordo que fotograifa seja arte, porém A FOTOGRAFIA DEVE SER ARTE e não a técnica ou efeito aplicado ser considerado como tal.

Abraços e até a próxima.

Um Comentário:

  1. HDR é ferramenta, é técnica.
    O resultado que se consegue fotografando com esta ferramenta ou técnica pode ou não ser ARTE.
    Falei professor.
    Um abraço.

    Ptellis.

Deixe um comentário, ficaremos felizes em saber o que achou!