Canon alerta sobre flash falsificado!

A Canon USA emitiu um alerta no dia 25 de junho de 2015 sobre a comercialização de equipamentos falsificados em sites de vendas on line.  Até então, era pouco provável comprar um equipamento falso, mas parece que agora nem mesmo os equipamentos eletrônicos com alta tecnologia estão livres dos golpistas.

O produto em questão é o flash top de linha da marca, modelo Speedlite 600 EX RT

Para identificar se o flash é original ou uma cópia falsificada, basta analisar algumas características como mostrado abaixo:

Na imagem abaixo que compara as duas unidades fica praticamente impossível detectar a unidade falsa (counterfeit). Visualmente a cópia é praticamente idêntica, inclusive com a marca e modelo estampados.

Speedlite 600 EX RT. Esquerda original e direita falsificado.

Uma das maneiras de identificar se a sua unidade de flash é original é observando a trava da sapata, conforme o quadro vermelho em destaque. Note que no modelo original a  trava bem praticamente para a lateral esquerda do flash quado destravado, já na cópia falsificada a trava fica praticamente centralizada.

Speedlite 600 EX RT. Esquerda original e direita falsificado.Por último é possível confirmar a autenticidade acessando o menu de configurações personalizadas, onde são exibidas algumas possíveis configurações para o funcionamento do flash. Note que na unidade original a informação é bem mais completa e organizada, e quanto que na versão falsificada é formada apenas com abreviações “C.Fn”.

Speedlite 600 EX RT. Esquerda original e direita falsificado.

 

Mesmo sendo possível identificar se o flash é original ou falsificado deve-se redobrar o cuidado na compra de unidade de flash Canon, pois as falsificações podem “melhorar” e enganar até mesmo os usuários mais experientes tornando-se cópias fiéis das unidade originais.

O que muda?

Utilizar uma unidade falsificada pode comprometer o funcionamento do flash e até mesmo gerar danos na sua câmera e objetiva, já que os capacitores de energia do flash podem gerar retorno elétrico na sapata da câmera.

Outro ponto importante é que as atuais unidades de flash são equipadas com uma tecnologia chamada TTL. Essa tecnologia permite a troca de informações entre câmera e flash levando em conta a luminosidade da cena, abertura de diafragma, ISO e distância focal e ponto de foco para realizar o disparo do flash de maneira precisa.

Como se prevenir? 

A melhor maneira de garantir que a sua unidade de flash é original é comprando de lojas conceituadas que seja representante ou vendedor oficial da marca. Sites de vendas on linte pode ser um péssimo caminho na tentativa de economizar um pouco de dinheiro.

O alerta vale também para todas as outras marcas: Nikon, Sony, Fuji, Panasonic e demais. Nenhuma delas esta segura quando o assunto é falsificação.

Abraços e até a próxima.
Equipe EF.

Deixe um comentário, ficaremos felizes em saber o que achou!