ARARAS-SP: um novo destino para fotógrafos e birdwatchers.

Já pensou em fotografar o estalador (Corythopis delalandi), ou a delicada Rendeira (Manacus manacus), ou então a imponente coruja murucututu-de-barriga-amarela (Pulsatrix koeniswaldiana) ou a recém encontrada coruja-listrada (Strix hylolphila)?

Tudo isso, e provavelmente muito mais, é possível ser avistado e fotografado em ARARAS, cidade localizada no interior de São Paulo as margens do rio Mogi-Guaçu.

O fotógrafo oficial do portal EF juntamente com o médico veterinário e birdwatcher Dú Nyari estiveram lá para conhecer a riqueza da fauna da cidade com a ajuda indispensável do guia local Gustavo Muniz.

É difícil imaginar que exista tanta fauna concentrada as margens do rio, e logo na chegada o belo guaxe pra nos recepcionar.

Guaxe.

Guaxe.

A pequena rendeira é um charme à parte.

Rendeira. Por Tiago D.

Rendeira. Por Tiago D.

O belo fura-barreira é presença garantida.

Fura-barreira.

Fura-barreira.

O bico-virado-carijó, ave cheia de detalhes…

Bico-virado-carijó.

Bico-virado-carijó.

Agora deu pra entender por que o nome popular do Xenops rutilans  é bico-virado-carijó né…

Bico-virado-carijó.

Bico-virado-carijó.

Entre uma ave e outra um bando de macaco-prego passa por nós pela mata em direção as margens do rio.

Macaco-preto.

Macaco-preto.

Pixororé, como sempre extremamente curioso e acaba vindo no “player” de outras espécies.

Pichororé.

Pichororé.

Mudamos de local para tentar uma foto do estalador que apenas respondia o “playback” mas não saiu pra foto e só respondia. Mas, quem veio nos visitar foi o abre-asa-de-cabeça-cinza pipira-da-taoca, uma ave bem difícil de ser vista na região, 1 segundo e 1 foto!

Abre-asa-de-cabeça-cinza.

Abre-asa-de-cabeça-cinza, questionada por se tratar de uma Pipira-da-taoca, lifer pra cidade!

Das margens do rio e entorno resolvemos partir para uma região entre Rio Claro e Araras para tentar observar a maior coruja das Américas, o corujão-orelhudo ou como é mais conhecido, jacurutu (Bubo virginianus). A sorte estava ao nosso lado,  conseguimos observar o par se acasalando e o macho ainda parou num galho limpo e seco pra sair bem na foto!

Jacurutu ou Corujão-orelhudo em Rio Claro. Por Tiago D.

Jacurutu ou Corujão-orelhudo em Rio Claro. Por Tiago D.

E para encerrar o dia, uma linda ariramba-de-cauda-ruiva, que muitas vezes é confundida por beija-flores.

Ariramba-de-cauda-ruiva. Por Tiago D. (DSC_9092)

Ariramba-de-cauda-ruiva. Por Tiago D.

Muitos lugares bonitos, uma riqueza de fauna enorme nas sofridas matas do rio Mogi-Guaçu que valeu à pena não só pelas espécies mas pela animação do grupo.


Lista (23/06):

  • Abre-asa-de-cabeça-cinza
  • Ariramba-de-cauda-ruiva (Rio Claro)
  • Barranqueiro-de-olho-branco
  • Bico-virado-carijó
  • Borralhara (vocalização/observação)
  • Caracará
  • Carrapateiro
  • Choquinha-lisa (vocalização)
  • Coruja-buraqueira
  • Estalador (canto)
  • Fura-barreira
  • Gaivão-carijó
  • Gavião-peneira
  • Guaxe
  • Jacurutu (Rio Claro)
  • João-de-barro
  • Macaco-prego (mamífero)
  • Maitaca-verde
  • Mocho-dos-banhados
  • Papa-taoca-do-sul (vocalização)
  • Pica-pau-do-campo
  • Pichororé
  • Pipira-vermelha
  • Pipira-da-taoca (1º registro p/ cidade)
  • Pomba-de-bando
  • Pombão
  • Rendeira
  • Sabiá-barranco
  • Saí-azul
  • Saíra-amarela
  • Sanhaçu-cinzento
  • Tangará
  • Teque-teque
  • Tiê-de-topete
  • Tiê-preto
  • Tororó (vocalização)
  • Trovoada (vocalização)
  • Uí-pi

Apesar da longa lista observada faltaram as corujas e bacuraus, aves de hábitos crepuscular e noturno. Voltaremos com certeza!


Quer passarinhar em Araras? Então veja como…

Se você pretende passarinhar em Araras, a melhor opção é com um guia local.  Gustavo Muniz faz esse trabalho com muito amor e dedicação e certamente irá te ajudar muito na observação das espécies da cidade.

Se preferir, entre em contato com o portal EF.

Abraços e até a próxima.
Equipe EF.

Um Comentário:

  1. Muito bom Tiago, o ECOFOTO com certeza já é uma referencia fantástica.

Deixe um comentário, ficaremos felizes em saber o que achou!